Contar histórias – um ato de amor

A nossa história da Semana da Leitura teve um final feliz, como aliás acontece em histórias felizes!

Todos os encarregados de educação responderam ao convite formulado pelo Jardim de Infância, para participaram com o seu tempo e com os seus livros, lendo/contando  histórias escolhidas ao seu gosto aos seus filhos e a todas as crianças.

Esta foi mais uma iniciativa para desenvolver o interesse pela leitura que, desde tenra idade, deve constituir um hábito constante, em casa, no seio familiar, e que posteriormente a escola e a vida devem aperfeiçoar e fomentar. Na verdade, a criança que ouve histórias desde cedo, que tem contato direto com livros e que seja estimulada vai naturalmente ter um desenvolvimento favorável do seu vocabulário, bem como revelar prontidão para a leitura.

Quando as crianças ouvem as histórias, desenvolvem a sua capacidade de imaginação, estimulam o pensamento, o desenho, o escrita, a criação e a recriação.

Outro facto relevante, que a semana da leitura proporcionou, foi, sem dúvida, o vínculo afetivo que se estabeleceu entre o contador das histórias, (a mãe, a tia, a madrinha) e a criança. O momento de contar e ouvir uma história aconchegado a quem se ama permite compartilhar uma experiência agradável, na descoberta do mundo das histórias e dos livros.

Durante uma semana, o jardim de infância ganhou, assim, uma nova dinâmica: havia os que chegavam, havia os que partiam, todos personagens na aventura de ler, através de livros partilhados, de marcadores oferecidos e, claro, de registos realizados. Foi diferente… foi muito bom!

 Educadora Anabela Almeida

J. I. de Viariz

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *